A paixão pelo futebol fez dele o esporte mais praticado no mundo. A demanda por itens como bola, camisa e chuteira cresce a cada dia, aumentando a competitividade entre as empresas do segmento, melhorando a qualidade dos produtos e oferecendo preços mais acessíveis para todos os bolsos.

As chuteiras, por exemplo, melhoraram muito nos últimos anos graças a estudos e análises que as marcas fizeram para aperfeiçoá-las e para atender às crescentes demandas do futebol moderno, que parece não ter limite em sua evolução.

O mais importante

  • A chuteira é o calçado ideal para seu pé chutar uma bola.
  • A escolha das travas é essencial para se manter firme no gramado.
  • O tamanho certo e o material adequado evitam o risco de lesões.

Ranking: As melhores chuteiras do mercado

A seguir, você vai ver algumas das melhores chuteiras do mercado. O tipo de material e o design são essenciais conseguir maior conforto para os seus pés e para ter um melhor toque de bola. Os fabricantes seguem aprimorando seus produtos, com designs mais modernos, mas também dão espaço aos modelos clássicos.

1º – Chuteira Adidas Predator 19.4 FxG

A Adidas é acostumada a liderar rankings de artigos esportivos. Com as chuteiras, não é diferente. Desta vez, a marca promete com a Adidas Predator 19.4 FxG maior precisão em qualquer terreno, seja em campo de terra, grama natural ou grama artificial.

O modelo tem um cabedal sintético que se adapta ao formato de seu calcanhar proporcionando um ajuste mais confortável. A costura chamada de Control na superfície dá maior confiança para cada toque durante a partida. Seus materiais de confecção e acabamento são todos sintéticos, incluindo solado e entressola, que são emborrachados. Essa versão é fabricada no Brasil e tem garantia do fabricante.

2º – Chuteira Nike Mercurial Vapor 12 Club Campo

Uma das gigantes do mercado, a americana Nike tem entre seus modelos mais procurados a chuteira Mercurial Vapor 12 Club. Toda confeccionada em material sintético, ela possui cabedal que abraça o pé para um toque seguro em alta velocidade. Sua palmilha macia dá um leve amortecimento e reduz a pressão das travas.

A marca promete ao atleta um solado especializado que oferece aceleração e permite que o jogador faça rápida mudança de direção pelo gramado, ideal para partidas mais dinâmicas e intensas. As travas da chuteira servem para múltiplas superfícies (MG – Multiground), isto é, para uso em campos com gramados curtos ou artificiais.

3º – Chuteira Puma Future 2.3 Netfit TT Society Laranja

A chuteira da linha 2.3 Netfit TT, fabricada pela Puma, une design moderno com tecnologias exclusivas para o boleiro garantir melhor sensação de contato com a bola e realizar dribles de seu repertório. O cabedal leve apresenta material sintético com texturização por toda a composição e traz recortes em material têxtil, contando com o sistema de amarração NetFit.

Com lingueta integrada, essa chuteira conta com forro acolchoado e cano mais alto, que envolve os pés, além de possuir meia Spandex no colarinho, assegurando total proteção e estabilidade durante o uso. O solado emborrachado possui travas baixas e fixas que promovem tração aos movimentos. O design, por sua vez, traz a cor laranja como predominante e tem detalhes em preto com efeito fosco, destacando a logo da Puma, vista na lateral.

4º – Chuteira Adidas Predator Tango 18.4 TF Society

Com espaços cada vez mais reduzidos nas grandes cidades, o futebol society (ou futebol 7) vem ganhando espaço em relação ao campo tradicional. A Adidas também oferece chuteiras de alta qualidade para esta modalidade.

A Tango 18.4 TF Society vem com fechamento em cadarço, espuma macia, cabedal em material sintético leve e durável, além do solado de borracha. No popular número 39, o peso é de apenas 217 gramas.

5º – Chuteira Umbro Attak II

Cor única presente nos gramados décadas atrás, tornou-se rara nos tempos atuais: o preto. Que dizer então desse modelo todo escuro feito pela Umbro? Não há um detalhe sequer em outra cor no Attak II. Se você é um jogador do tipo “raiz”, vai se identificar com esse modelo clássico.

Sua palmilha é feita em EVA, é removível e anatômica. O cabedal é sintético e as travas, mais baixas, são feitas de borracha.

Guia de Compras: O que você deve saber sobre a chuteira

Como acontece na compra de qualquer calçado, o mais importante é que a chuteira seja confortável e caiba tão bem como uma luva. Mas, neste caso, outros fatores devem ser considerados além desse, como o material de fabricação, a sola adequada para cada piso ou a posição que você joga. Confira abaixo as perguntas mais frequentes entre os consumidores.

Imagem de jogadores de futebol.

Para garantir que eles atendam aos padrões estabelecidos pelas federações, os árbitros verificam os calçados de todos os jogadores. (Fonte: sportgraphic: 18246912 / 123rf.com)

O que é uma chuteira de futebol?

São os calçados usados pelos atletas para jogar o esporte com o maior número de praticantes do mundo: o futebol. Uma de suas principais características são as travas nas solas, proporcionando maior firmeza do jogador no gramado, evitando escorregões e permitindo maior velocidade em seus piques.

As chuteiras passam por regulamentações em torneios oficiais. Para garantir que os calçados atendam aos padrões estabelecidos pelas federações, os árbitros verificam os modelos de todos os jogadores antes de iniciar as partidas ou a cada substituição. A chuteira também pode ser chamada de tênis, dependendo da modalidade ou variação de futebol praticada, como futsal.

Qual a chuteira adequada para cada superfície?

É uma das questões mais importantes que você deve se perguntar. Seu equilíbrio, tração e proteção contra possíveis lesões dependem de uma escolha correta. Como você vai ver na lista a seguir, dependendo da superfície do campo, diferentes características são exigidas nas chuteiras:

  • Grama natural: É o cenário mais utilizado pelos atletas profissionais. Quase todas as competições de alto nível são disputadas nesta superfície. Alumínio ou chuteiras de travas removíveis são recomendadas.
  • Grama artificial: É jogado com chuteiras com travas com uma forma arredondada para melhorar a estabilidade e evitar o risco de lesões. Essas gramas são mais comuns entre jogadores amadores ou em categorias menores.
  • Terra: Uma chuteira com travas de borracha é adequada nesse caso.
  • Quadra: As solas da chuteira são lisas, isto é, sem travas. O resto do material e design do calçado não têm que variar em relação aos outros terrenos.

Que chuteira usar dependendo da posição?

Uma chuteira não fará de ninguém um jogador melhor ou pior, mas pode ajudar a melhorar um pouco o desempenho e, sobretudo, deixar o atleta mais confortável e confiante. Zagueiros podem optar por chuteiras de couro sintético, resistentes e que não deformem em contato, permitindo também o chute com força sem sofrer danos.

Os meias desenvolvem um jogo de precisão e têm a necessidade de chuteiras reforçadas no peito do pé para seus chutes saírem mais fortes sem se machucarem. Os laterais, por suas vez, são especialistas em velocidade e seus calçados devem reduzir o esforço que fazem ao acelerar. Enquanto isso, os atacantes procuram por chuteiras que o auxiliem numa melhor finalização.

Criança jogando futebol.

Existem basicamente quatro tipos de solas de chuteiras. A superfície determina o modelo de trava ou material. (Fonte: famveldman: 103987536 / 123rf.com)

Que tipos de solas de chuteira existem?

Existem basicamente quatro tipos de solas para chuteiras. Isso varia de acordo com o campo ou quadra, uma vez que as superfícies determinam o número de travas e seu material. A escolha certa te ajuda a se sentir mais confortável e a controlar e acertar a bola de forma mais eficaz, evitando o risco de lesões.

Tipo Superfície Travas
Soft Ground Grama natural Alumínio ou mista
Firm Ground Grama natural Borracha
Artificial Grass Grama artificial Borracha
TURF Terra, cimento, carpete Várias travas de borracha

Que tamanho de chuteira eu preciso?

A coisa mais importante é que as chuteiras se encaixem perfeitamente no seu pé, desde que não sejam excessivamente apertadas, para que não aumente o risco de lesão ou contusão. Portanto, o modelo deve se adaptar ao seu pé ou de quem você for presentear. Pode ser que o número da chuteira seja menor que você está acostumado em relação a outros tipos de calçados que possui.

Se o pé for muito largo, um modelo personalizado pode ser encomendado. Os riscos são grandes, especialmente se o quinto metatarso, osso do lado externo do pé, fique sem apoio, provocando uma tensão que pode terminar em fratura. Há algumas maneiras de melhorar a forma da chuteira antes de ser usada, mas é mais barato gastar um pouco de tempo escolhendo o tamanho certo.

Como cuidar da chuteira?

A chuteira é um item delicado, que entra em contato com diferentes elementos que a faz sofrer e podem encurtar sua vida. É o caso da água. Portanto, a primeira medida que você pode tomar é secá-las após o uso se estiverem molhadas. A sujeira também deve ser removida com um pano seco ou úmido, conforme necessário.

Ao contrário daquelas feitas de material sintético, com as chuteiras de couro natural, o processo é mais longo. Talvez precise passar graxa de cavalo para nutrir e impermeabilizar a chuteira. Também é necessário ter cuidado no armazenamento ou transporte, tendo em mente que a pele natural está sujeita a se deformar.

Quais são as marcas de chuteira mais reconhecidas?

Como em quase tudo o que tem a ver com roupas ou equipamentos esportivos, a empresa alemã Adidas e a americana Nike são as gigantes do mercado, vestindo também a maioria das grandes figuras do futebol mundial. São os casos de Cristiano Ronaldo e Neymar com a Nike, ou Messi e Luis Suárez com a Adidas.

Mas há muito mais marcas de grande relevância. A terceiro no páreo é a Puma, a única que por vezes consegue fazer frente às outras duas gigantes e ter jogadores internacionais em sua lista de patrocinados. Umbro, Reebok, Kappa, Lotto e as brasileiras Topper e Penalty também produzem chuteiras de qualidade e confiança.

Critérios de Compra

A variedade de chuteiras é muito grande. Por um lado, é uma vantagem porque a oferta abre uma ampla gama de possibilidades. Por outro lado, nos obriga a avaliar bem os produtos para comprarmos o ideal que precisamos. Os passos a seguir ajudarão você a ter mais confiança ao escolher a chuteira desejada.

  • Modalidade
  • Tipo de terreno
  • Travas
  • Material
  • Goleiros

Modalidade

Antes de começar a ver os produtos, a primeira coisa é conhecer a modalidade que queremos praticar. Do clássico de 11 jogadores, passando pelo society com 7 jogadores ou talvez futsal. Neste último caso, podemos encontrar modelos iguais ao futebol de campo de grande porte. Naturalmente, a grande diferença é que a sola não terá travas.

Tipo de terreno

Já com o aspecto anterior decidido, confira então o tipo de superfície em que vai jogar. Se é futebol de campo que você vai praticar, as opções são grama natural, grama artificial ou terra. Em qualquer caso, as chuteiras terão travas, apenas resta saber qual tipo. Não escolha modelos para futsal se este não for o caso, pois serão escorregadios.

Travas

As travas são as peças mais reconhecíveis, e até poderíamos dizer as mais importantes, deste tipo de calçado. Sem elas, o jogador teria dificuldade em manter o equilíbrio, perderia a tração e a velocidade. Em um campo molhado, seus movimentos seriam como de um patinador de gelo.

Travas de alumínio são usadas para grama natural, embora as combinações com plástico sejam às vezes eficazes. Os modelos com plástico servem para superfícies sintéticas, embora também tenham que diferenciar três opções: os campos de primeira, segunda e terceira geração.

Material

Até agora, apresentamos o fundamental. Não se pode cometer erros com os critérios anteriores sem pagar um preço. O mesmo não acontece com o material com o qual as chuteiras são fabricadas. Tem lá a sua importância, mas não algo tão determinante no esporte. Depende mais do gosto pessoal e do conforto do atleta. Existem duas possibilidades que se abrem neste caso:

Tipo de material Vantagens Desvantagens
Pele natural (Ex.: couro) É flexível e se adapta ao pé e à pisada Absorve a água e altera o peso. As tintas desbotam ao longo do tempo
Material sintético Absorção de água nula. Suporta melhor tinta de qualquer gama de cores. Contato natural com a bola por ser o mesmo material Pode não se adaptar ao pé

Goleiros

Goleiros têm que procurar por chuteiras que combinem com sua posição. Os atletas desta posição são especialistas e têm uma consideração especial dentro de campo. Também uma grande responsabilidade. Ao contrário de seus companheiros de equipe, quando cometem um erro, não contam com ninguém atrás para corrigir. A escolha do calçado é vital para eles.

Escorregar ou perder a tração é como um “suicídio” numa partida. Os goleiros precisam estar confiantes com o modelo escolhido, especialmente com as travas, quando já se conhece o tipo de gramado. Estabilidade, aderência, melhor contato e controle da bola são aspectos essenciais para assumir com confiança a difícil tarefa de estar sob as três traves e sozinho diante do ataque adversário.

Resumo

Como em quase todos os segmentos da sociedade, a tecnologia e a pesquisa andam de mãos dadas na evolução de todos os tipos de produtos e de forma cada vez mais rápida. As chuteiras não são exceção. As mudanças chegam rapidamente e prova disso são os resultados obtidos pelas duas gigantes da indústria do esporte.

A Nike já conseguiu produzir modelos híbridos de pele naturais e sintéticas.  A Adidas respondeu com duas chuteiras com exatamente as mesmas características, embora cada uma de material diferente. Poderíamos dizer que esses produtos são o futuro, mas na verdade já são o presente e, nesse ritmo, pode não levar muito tempo para eles serem o passado.

Se você gostou do artigo, deixe faça um comentário e compartilhe com seus amigos!

(Fonte da imagem destacada: Anek Suwannaphoom: 42199020 / 123rf.com)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
46 Voto(s), Média: 4,00 de 5
Loading...