Essa prática virou uma grande moda e não é de se surpreender, pois, o longboard é uma das atividades esportivas mais divertidas que se pode realizar, tanto pelas ruas como pelos já bem estabelecidos e frequentados skateparks. Diferentemente do skate comum, o longboard é maior e, por isso, mais estável, tornando o desenvolvimento nessa modalidade um pouco mais simples do que o skateboarding habitual.

Além disso, existem diferentes modalidades dentro da prática do longboard: desde os clássicos saltos, passando por rasgadas e manobras radicais, até aqueles que descem montanhas e ladeiras íngremes a toda velocidade. Nesse artigo será explicado tudo o que necessita saber nos mínimos detalhes caso esteja planejando comprar seu primeiro longboard. Não perca uma só vírgula e certamente fará uma ótima compra. Continue adiante.

O mais importante

  • Para realizar a prática do longboard, o skate é o elemento imprescindível. Mas, não é o único, já que é conveniente se equipar com itens de proteção. Além disso, existem algumas manobras (por exemplo, o slide ou rasgada, como é conhecida por alguns praticantes brasileiros) que precisam de acessórios extras como as luvas, porque nessa manobra se utiliza as mãos como ponto de apoio no chão.
  • A prática do longboard desenvolve a coordenação e o equilíbrio. Ele é, portanto, um excelente esporte para as crianças, pois, de uma forma simples, se adquire consciência sobre o próprio corpo, tamanho, peso e possibilidades que ele pode exercer. Além disso, por ser também um meio de transporte, o conceito da segurança rodoviária caminha juntamente com a modalidade.
  • Há muito tempo o longboard já deixou de ser uma simples tábua com rodinhas. Sua evolução foi e ainda é tão grande que atualmente existem muitos tipos de shapes (formatos) e marcas diferentes no mercado, resultado também das distintas modalidades que se pode praticar e suas necessidades específicas.

Ranking: Os melhores modelos de longboard do mercado

Um skate maior, como o longboard, também implica em uma maior distância entre eixos, tornando esse produto um dos mais divertidos meios de transporte. Na lista a seguir você pode encontrar os melhores modelos de longboard e suas principais características especiais. Leia com atenção e baseie sua compra em suas necessidades particulares.

1º – Atom Longboard Drop Deck

Esse modelo da Atom é excelente para quem já tem experiência na modalidade ou mesmo para aqueles que desejam e podem fazer um bom investimento para aprender logo usando um ótimo produto.

Com seu design robusto, locais de posicionamento para os pés e rolamentos ABEC 9, ele é ideal para quem gosta de descer ladeiras e aplicar as melhores manobras.

2º – Owl Sports Longboard Reggae Speed

Esse Longboard é perfeito para quem adora aventura e descer as ladeiras, quer seja em uma corrida, manobrando ou praticando Downhill.

Com seus rolamentos mais firmes e ABEC 11, Riser Pads 8mm e rodas de 70 mm, ele confere toda a estabilidade necessária para essa prática. Além disso, também vai muito bem nos passeios urbanos e como meio de transporte.

3º – Body Glove Longboard Bamboo Surfmana

A Body Glove é uma das marcas de esporte radical que aposta na fabricação do belo longboard feito de madeira de bambu, que além de ser uma peça bonita, acaba também se tornando muito mais leve e resistente.

O shape desse modelo tem 101 cm, fornecendo muita estabilidade, principalmente para um iniciante. A marca ainda garante um Truck de 7 polegadas, provando que o custo-benefício dessa peça é ótimo.

4º – Braslu Longboard Truck Invertido

Com seus 100 cm de comprimento, distância entre eixos de 78 cm e truck invertido, esse logboard é ótimo para quem deseja se deslocar pela cidade, para iniciantes e até mesmo para quem vai enfrentar algumas ladeiras menores e praticar manobras.

Por ser simétrico, esse modelo pode ser usado de qualquer lado, conferindo uma volta cheia de estilo e facilmente adaptável à novos truques.

5º – Atrio Longboard Mini Cruiser Bob Burnquist

Esse modelo de Longboard mini Cruiser é atualmente um dos campeões de venda do mercado pelo seu design único, flexibilidade de transporte e uso, e até mesmo para a prática em skateparks e manobras urbanas.

Seu shape em plástico PP de alta resistência, Rodas de PU e rolamentos ABEC 7, garantem uma ótima durabilidade do produto. Vale lembrar que esse modelo é assinado simplesmente por Bob Burnquist, um dos skatistas brasileiros mais lendários da história do skate mundial, certamente um belo selo de garantia!

Guia de Compras: O que você deve saber sobre o longboard

Se você está planejando a compra de seu primeiro longboard é preciso considerar suas próprias limitações, algo que qualquer pessoa tem ao começar em uma nova atividade. Assim, como ninguém começa em um novo esporte já sendo especialista, o melhor é comprar um produto polivalente que lhe permita avançar pouco a pouco.

A seguir, serão respondidas todas suas dúvidas sobre o mundo dos longboards. Continue a leitura.

Casal segurando longboard.

O longboard possui muitas variedades e formas, portanto, cada praticante escolhe o modelo que mais lhe interessa de acordo com o formato e design da peça. (Fonte: proimagecontent: 85041605 / 123rf.com)

O que exatamente é o longboard?

O termo longboard provém do inglês e significa prancha grande. Esse esporte é realizado com o auxílio de uma prancha de rodas, maior que um patinete e sem guidão.

Assim como o surf, é uma modalidade que surgiu na Califórnia, Estados Unidos. É praticado no asfalto e por isso mesmo é aconselhável que sempre utilize equipamentos de proteção, principalmente capacete.

Essa prática não se resume apenas ao ato de se deslocar com o skate pela cidade, mas também é utilizado para descer ladeiras íngremes, corridas esportivas e logicamente, realizar manobras.

As pessoas que praticam o longboard são chamadas de skatistas de longboard e habitualmente são vistas nos skateparks e nas ruas que possuem ladeiras, pois, dessa forma aproveitam o impulso da descida para realizar manobras.

Quanto custa um longboard?

Agora mesmo, podemos encontrar na Amazon Brasil produtos a partir de R$ 100, mas, como sempre, o preço do objeto vai variar de acordo com a marca, qualidade e o design. Se seu orçamento for mais apertado é recomendado que compre um modelo inicial.

Depois, assim que você for avançando na modalidade, poderá começar a substituir alguns itens de seu skate (eixos, rodas ou rolamentos) por outros mais adaptados às suas necessidades.

Quais tipos de longboard existem?

O longboard é maior e mais largo do que o skate comum, o que se traduz em uma maior estabilidade. Os longboards são utilizados para descer ladeiras e se divertir fazendo várias manobras ou até simplesmente sendo uma alternativa de meio de transporte.

Possuem rodas mais macias e permitem percorrer maiores distâncias com menos esforço graças aos seus rolamentos.

Tipo Características
Pintail Inspirados nas antigas pranchas de surf. É uma prancha assimétrica com tail (rabeta) largo e nose (ponta) larga. Se trata de um skate direcional
Fishtail Similares ao pintail, mas com uma estética mais próxima ainda do surf. A rabeta é recortada em forma de cunha. Os skatistas tendem a imitar o estilo clássico da prática do surf
Blunt Possui o nariz e a rabeta mais largos e arredondados
Twin É um shape tradicional de skate, mas é mais largo e maior. Possui uma forma simétrica, portanto pode ser utilizado em qualquer direção
Cutout Possui uma maior separação nas rodas, o que também o torna bidirecional. Possui muita estabilidade a grandes velocidades e é um formato extremamente polivalente
Dropdown Os skates que mais são rentes ao chão. Muito estáveis a altas velocidades, mas podem ser perigosos quando passam por algum tipo de solavanco. Geralmente são bem rígidos.
Downhill ou Speedboard Estão formatados para gerar estabilidade a altas velocidades. Proporcionam grande tato e são montados com rolamentos finos.
Cruiser ou Minicruiser Pequenos e versáteis para circular com grande comodidade. São fáceis de serem transportados porque possuem um tamanho reduzido. Não oferecem grande estabilidade e são ideais para andar pelo asfalto

Quais os formatos que um longboard pode ter?

Existem tantas formas de longboard quanto as imaginações dos fabricantes. Diferentemente do skate, o longboard possui muitas variedades e formas, portanto, cada praticante pode escolher utilizar o formato que quiser de acordo com seu próprio interesse.

Entretanto, eles podem ser divididos em duas categorias básicas (dependendo da simetria): direcionais e simétricos. A seguir será explicado em que consiste cada uma.

Tipo Como são? Para que servem?
Direcionais São finos na parte detrás e vão aos poucos se alargando até a parte frontal, passando a ser bastante largo. Só são simétricos nas laterais Para praticar downhill e estilo cruiser
Simétricos Possuem simetria tanto na lateral como no comprimento São focados para freeriders e freestylers

Quais os graus de flexibilidade que um longboard pode ter?

A flexibilidade de um skate é fornecida já a partir do próprio material que ele é fabricado e logicamente que também por seus acabamentos, a longitude da prancha de longboard e seu grau de concavidade.

É curioso observar que, o que inicialmente parece um simples longboard, tenha tantos tipos e formas. Isso não é uma desvantagem, pois, assim se pode escolher o que mais se adapta a seus gostos e necessidades.

Grau de flexibilidade Características Que tipo de praticante a utiliza?
Macio Amortece perfeitamente os pequenos solavancos enquanto está em movimento Estilo perfeito para cruisers e principiantes
Semimacio É mais duro que o anterior, mas sua maior dureza também garante uma maior estabilidade a maiores velocidades Ideal para fazer freestyle
Semirrígido Dá mais estabilidade em velocidades moderadas Perfeito para praticar freeride
Rígido É mais duro e menos flexível É o estilo mais utilizado pelos praticantes de downhill

Quais os graus de concavidade que um longboard pode ter?

Dependendo do ângulo formado pelo skate de perfil, podemos classificá-lo a partir de graus diferentes de concavidade. A concavidade é a forma curva que possui a madeira ao longo do skate e que afeta sua rigidez e sua condução.

A concavidade pode ser mais ou menos presente no longboard e proporcionar mais ou menos aderência na hora de se mover ou fazer as rasgadas.

Tipo Características Ideal para…
Camber É muito côncava. É ideal para realizar giros de forma mais fácil Cruisers
Plano É totalmente plana Principiantes e freestylers
Rocker É muito convexa (forma de U) Fornece mais estabilidade

Freeriders e amantes do downhill

Quais os acessórios que podem ser adicionados ao longboard?

Como acontece com todo os esportes, no longboard também existem acessórios que facilitam a vida do praticante e que, às vezes, muitos nem mesmo sabem de suas existências.

A seguir serão mostrados quatro acessórios que, embora em um primeiro momento podem não parecer muito úteis, ajudam (e muito) a permanecer mais estabilizado em cima do skate e obter um maior conforto.

  • Foot-stops: Se trata de pequenas peças que são adicionadas ao skate para que o pé não se mova. Além disso, servem como ponto de referência para saber onde se deve posicionar o pé sem que para isso seja preciso olhar para o chão. São utilizados como mais um extra de segurança em cima do longboard.
  • Protetores de Nose/Rabeta: São protetores que se colocam na parte dianteira e traseira do skate para evitar que o longboard se quebre em caso de uma queda ou pancada mais séria.
  • Risers pads: Também conhecidos como elevadores, são peças de plástico que são colocadas entre o eixo e o shape (prancha) para conseguir uma maior altura.
  • Shock pads: Seu uso é similar ao dos elevadores, mas além de suspenderem mais o skate também cumprem a função de amortecedores.
foco

Você sabia que o longboard foi inventado por surfistas e esquiadores? Acontece que por volta dos anos 1950, eles sentiram a necessidade de buscar uma forma de praticar algo parecido com seus esportes nos momentos que estavam sem onda ou neve.

Existe longboard elétrico?

Diferentemente de outros veículos elétricos como os patinetes, os longboards a motor não são tão comuns. Obviamente, esses itens são exatamente iguais aos longboards não elétricos: uma prancha com rodas, alguns rolamentos e eixos.

A diferença é que possuem um sistema de propulsão assistida (controlável, na maioria dos modelos, através de um controle remoto).

O fato de ser controlado por um comando a distância faz com que praticamente se perca por completo a essência do longboard enquanto prática e quanto finalidade de uso. Mas, como também são longboards, e considerando a crescente demanda por esses itens, convém conhecer melhor esses produtos e avaliar uma possível compra.

Como saber o momento correto de trocar o longboard?

Por se tratar, geralmente, de um shape de madeira é normal que o longboard vá se desgastando com o passar do tempo e do uso. No entanto, o momento de troca é muito relativo, mas se observa que a madeira está se abrindo ou rachando, certamente será um bom momento para renovar seu longboard.

Dependendo da qualidade de fabricação e do uso que você faz, o skate durará mais ou menos tempo.

O certo é que a água e as mudanças bruscas de temperatura são mais alguns dos fatores que fazem com que o longboard comece a se deformar antes do tempo, além de causar desnivelamento das rodas.

Um skate em um bom estado lhe ajuda, logicamente, a praticar o esporte em melhores condições. Assim, é recomendado trocar o longboard quando começar a perceber que o produto está perdendo suas propriedades.

Que tipo de manutenção requer um longboard?

Apesar de não precisar de grandes doses de manutenções, é necessário ficar atento para que todas as peças estejam sempre no lugar e bem presas.

Assim, se deve revisar os parafusos para que continuem bem presos, que os amortecedores não estejam deformados, que as arruelas e porcas não tenham se afrouxado e que os rolamentos estejam sempre limpos e lubrificados.

Rob DyrdekUm dos skatistas mais lendários da história

“Andar de longboard me deu tudo e fez eu me tornar o que sou hoje”.

Critérios de Compra

Existe uma ampla gama de modelos de longboards no mercado. Portanto, é necessário comparar diferentes artigos antes de concluir sua aquisição. Nessa seção a seguir serão mostrados alguns critérios importantes que devem ser considerados antes de se decidir por um produto em particular.

Dessa forma, você poderá selecionar o melhor longboard de acordo com as suas necessidades.

  • Material de fabricação
  • Medida
  • Largura
  • Comprimento
  • Eixos
  • Rodas
  • Rolamentos
  • Curva longitudinal

Material de fabricação

Os longboards podem ser feitos de diversos materiais, embora o mais habitual seja o laminado de madeira ou compensado (superposição de 7 ou 9 lâminas de madeira, fornecendo uma estrutura homogênea e resistente).

Entretanto, também são fabricados longboards de outros materiais que serão detalhados na tabela a seguir:

Material Características
Madeira do bordo É o material de fabricação mais habitual. É uma madeira muito rígida e durável, capaz de manter suas propriedades com o passar do tempo e uso
Bambu É mais flexível e mais leve. O longboard de bambu geralmente é usado na modalidade Carving e Cruising pelas ruas. Também podem ser usados em leves passeios
Madeira e fibra de vidro Fornece rigidez e resistência. São usados para Freeride, Freestyle e Downhill

Para as partes mais especiais do skate, como a zona de montagem dos eixos, o nose e a rabeta, são utilizados materiais diferentes como a fibra de carbono, que proporciona maiores benefícios, embora o preço seja mais elevado do que a fibra de vidro. Portanto, geralmente são materiais usados nos skates profissionais.

Medida

Uma prancha pequena fornece mais facilidade para manobrar, mas é também mais instável conforme o skate atinge maiores velocidades. É uma boa opção para aqueles que usam o longboard para andar pela cidade ou para Cruising, pois, é mais ágil para fugir dos obstáculos e pedestres.

Um shape grande possui menos capacidade de manobra, mas garante uma maior estabilidade perante as maiores velocidades.

Largura

A largura afeta diretamente a estabilidade do longboard, quer seja para realizar passeios, Freestyle ou Downhill. Quanto maior a largura do skate, maior será sua estabilidade e menor sua velocidade de resposta. Já o contrário também é verdadeiro: quanto mais estreito for, menor estabilidade será proporcionada pelo longboard.

Comprimento

O comprimento do longboard é medido a partir da distância entre os extremos, desde a ponta do nose até o final da rabeta. Para começar a praticar com o longboard, o mais recomendável é que escolha um tamanho entre 36 e 42″. Se você já possui experiência com a prática, pode até mesmo escolher shapes menores.

Eixos

Os eixos afetam o controle do seu longboard e refletem na hora de fazer curvas. Os eixos estão situados logo abaixo da base do shape, com as rodas instaladas em cada um de seus extremos e possuem forma de T.

São os responsáveis pela comunicação entre as rodas e os movimentos do praticante. A largura do eixo deve ter o mesmo tamanho que a largura do longboard.

Rodas

São o vínculo direto entre o skatista e o asfalto. São geralmente fabricadas de uretano. Quanto mais duro for o uretano, mais duras serão as rodas, e quanto mais macio, mais desgaste elas terão.

Além disso, se você deseja realizar rasgadas e sliders, as rodas um pouco mais duras são mais efetivas. Vale destacar que nem todos os diâmetros de rodas são válidos para qualquer shape.

Rolamentos

Os rolamentos são peças de aço que são inseridos no núcleo da roda para fazer o longboard rodar oferecendo a mínima resistência. Uma maior categoria ABEC (sigla internacional de classificação de rolmentos de alta precisão) significará uma maior precisão, eficiência e capacidade para alcançar maiores velocidades.

Curva longitudinal

No longboard, a curva longitudinal cumpre um papel muito importante, pois, esse fator determinará o quanto de sensibilidade e segurança de uso o shape proporcionará no skatista, além de determinar o tipo de modalidade a ser melhor praticada.

Os shapes rocker (possuem o centro mais rebaixado) são usados na prática do Carving e Downhill. Ao contrário desse, o shape camber (mais elevados no centro) fornecem uma maior flexibilidade.

Resumo

Um longboard é um skate mais largo do que o habitual e, às vezes, também mais amplo no comprimento. Os longboards são usados para descer ladeiras, quer seja disputando corridas, fazendo slalom, ou simplesmente como meios de transporte. Por serem mais largos, garantem uma maior estabilidade, segurança e comodidade que um skate comum. Não fique sem provar essa experiência!

O tamanho e peso do longboard faz deles objetos menos apropriados para realizar manobras em relação aos skates comuns, mas os diferentes componentes dos shapes contribuem para que o longboard tenha um movimento fluido e possam percorrer uma maior distância com um só impulso.

Se você gostou desse artigo, compartilhe em suas redes sociais para que outros também conheçam mais sobre o longboard. Se desejar, deixe um comentário, ficaremos muito felizes em responder.

(Fonte da imagem destacada: ToniMarinov: 63122292 / 123rf.com)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
39 Voto(s), Média: 5,00 de 5
Loading...